É difícil, mas EU CONSIGO!!

Bom dia!!

Como vão vocês? Eu estou feliz! Feliz porque ontem consegui seguir minha R.A. quase que perfeitamente. Confesso que não fui 100%, mas estou contente. Ontem refleti bastante sobre o quanto perder peso é importante pra mim e porque estou me desmotivando novamente.

Chegar até aqui é muito difícil, são muitos sacrifícios e eu, às vezes me pergunto se vale a pena. É lógico que vale! Mas tem momentos que é difícil prosseguir. Semana passada foi uma semana muito complicada pra mim. Vocês mesmas devem ter notado o quanto venho falando sobre minha família (já devem estar de saco cheio...rsrsr). E, parando para pensar, percebo o quanto estou me sabotando por conta desses problemas familiares.

Sim, eu não tenho o apoio da minha família. Sim, eu briguei com a minha família. Sim, ninguém conversa direito comigo lá em casa. Sim, isso me magoa. Mas, não, eu não posso descontar tudo isso na comida! Eu sou muito melhor que isso.

Parei e pensei. Tenho duas escolhas: ficar chorando e implorando para ser aceita (comendo horrores) ou erguer minha cabeça e segui em frente (ficando cada dia mais magra e lida). Optei pela segunda opção! EU QUERO. EU POSSO. EU CONSIGO! Que se danem!!! Eu serei feliz de qualquer forma!!

Coloquei no papel tudo o que me ajuda e tudo o que me atrapalha na R.A.:

Ajuda:
1 - Meu namorado: Ele me incentiva, me dá força, fica feliz com cada graminha perdida! Corre comigo todos os finais de semana e puxa minha orelha de vez em quando. 
2 - A academia: Depois que comecei a frequentar a academia, senti que perdi mais medidas. Além disso, é ótimo ver todo mundo malhando...apesar de no início ter ficado com receio, hoje vejo que foi uma ótima escolha.
3 - A nutricionista: Sinto que, sempre que tem uma consulta, tenho de mostrar bons resultados. Isso acaba me motivando.
4 - Correr: Nunca imaginei que um dia correria 3km. Correr me fez um bem enorme, provei a mim mesma que sou capaz!
5 - Meu blog: Nunca imaginei que encontraria tanto apoio e carinho no mundo virtual. E isso tem me ajudado muito! As vezes, estou em casa, prestes a jacar e penso: "Não posso decepcionar as meninas". 

Prejudica:
1 - Minha família: Quando comecei a R.A. já sabia que não poderia contar com a ajuda de ninguém lá de casa, mas nunca imaginei que isso me prejudicaria tanto. Emagrecer morando lá em casa é muito difícil, as pessoas não entendem como esse é um processo longo, no qual estou aprendendo não só a comer, como a ser uma pessoa diferente. Ninguém lá em casa, está interessado para saber minhas conquistas e as dificuldades que venho enfrentando.
2 - A ansiedade: Sou muito ansiosa e, muitas vezes, descarrego na comida todas as minhas frustrações.
3 - Doces: Sou apaixonada...por chocolate então...
4 - Insegurança: Eu me cobro demais e, por isso, tenho medo de não conseguir emagrecer e alcançar minhas metas (medo de falhar). Isso acaba me deixando nervosa e ansiosa, atrapalhando minha R.A.
5 - Eu mesma: às vezes, toda a ansiedade e insegurança, aliadas aos maus hábitos alimentares me fazem deixar a R.A. de lado. Perco o foco e deixo os meus objetivos de lado, simplesmente porque acho que se comer um pouco mais, não haverá problema.

Fazer isso me fez perceber no que tenho que me focar: naquilo que me ajuda a emagrecer. Vou ficar ao lado de quem gosta de mim, de quem me apoia. Vou fazer aquilo que eu gosto, que eu aprendi a gostar. E vou tentar a cada dia melhorar aquilo que me prejudica. Nem tudo depende apenas de mim, mas farei o que estiver ao meu alcance para me tornar uma pessoa melhor e emagrecer!

Não vai ser fácil, eu sei. Mas eu vou conseguir!! No final desse ano estarei com 80kg!!!

Mudando de assunto...meninas, estou participando do Desafio de Natal, promovido pela Marjorie e, na semana passada, estive entre as TOP 5 (as cinco que mais emagreceram)!! E, quem fica entre as TOP 5 dá uma entrevista lá no site dela. Se vocês tiverem a curiosidade de saber um pouquinho mais sobre mim, é só clicar aqui, para ver a entrevista. Respondi tudo com muita sinceridade e tive de conter as lágrimas em alguns momentos. 

É isso!!

Tenham uma ótima terça-feira!!

Bjos

9 comentários:

Estrela disse...

Isso mesmo amiga, mantenha-se firme porque com certeza vale a pena!
E pode contar sempre comigo!
Bjos e tenha um lindo dia!

Rachel disse...

Oi querida, é isso mesmo que tem que fazer, sabe? Focar em vc e na sua saúde! Seria legal vc tentar tb dialogar, sempre é uma grande ajuda!!! Não podeos ficar engolindo mágoas. O perdão é sempre a melhor saída! Parece poético, mas foi o que me libertou da minha família tb!!! E de amigos sempre tão egoístas e que me colocavam pra baixo. Vc não precisa voltar a conviver com eles, mas precisa suportar esta carga! Amigo a gente até troca, né? Mas família não dá! Pense nisso!!!

Continue firme! Se os quilos a mais são um problema, que tenhamos um problema a menos!!!

Dona D disse...

Li sua entrevista no blog da Marjorie e vi muitos traços emocionais que se tornaram um fardo e foram determinantes na construção da sua identidade. Isso é um gigante a ser vencido, ok?!

Acho lindo o que vc está fazendo de certinho na RA e está de parabéns. Então, por mais que valorize isso, acho que no momento vc precisa de apoio e solidariedade para vencer os pontos negativos e são eles que vou comentar hoje:

1 - Família: pelo seu depoimento, percebi que o fato de ser gordinha te deixou com complexo de inferioridade. Seus destaques eram uma forma de superar isso e requisitar atenção e aceitação. Isso dói, pq nem sempre recebemos o carinho e atenção que gostaríamos, o mérito é o de menos, quando o carinho e apoio seriam o objetivo. Tenha cuidado para isso não se transformar em carência. Houve um momento na minha vida que só consegui superar minhas carências e ansiedade quando cortei o cordão umbilical. Percebi que era admirada fora da minha casa, mas meus pais e irmão não vinham a pessoa de destaque que eu era. Então, prossegui sem sofrer. Tente fazer isso...Trate-os bem, mas eles não são mais determinantes nas suas conquistas ou sofrimento...Encare-os como dependentes de você...Seja forte e corajosa!

2 - A ansiedade: Vc soube se perceber muito bem, na verdade vc está vivenciando um poço de frustrações...Toda vez que não é apoiada ou invadem vc como foi o caso relatado outro dia sobre resistir às tentações, vêm um monte de lembranças à mente. Dou uma dica, vá para o seu quarto e comece a falar com Deus, Mi. Comece a perdoar...Vá lembrando dos colegas de escolas, dos foras de namorados, das vezes que sua mãe foi o pior dos algozes e diga eu te perdôo fulano, fulana, mãe...E peça a Deus para se libertar de todas as amarras que te prendem emocionalmente. Deus me dê força e paz. Eu fiz isso...sou outra pessoa!!! [pelo menos tente e depois me conte]
...(CONTINUA)

Dona D disse...

3 - Doces: ah, sempre vamos escorregar...então, não se martirize, mas monte estratégias. A minha é tomar água com gotas de limão (a vontade de comer doces se vai). Tenha em casa ou na bolsa barrinhas de frutas sem açucar (bananinha, doce diet, chocolate amargo)...e gelatina diet...(tem dias que gelatina não resolve, então, coma o doce diet...) Até vc ter controle...pelo menos o estrago será menor, né?! Temos que reconhecer nossa fraqueza e tentar formas de superá-la...ou pelo menos não deixar que ela nos sufoque...Tente!
4 - Insegurança: você precisa perdoar o passado, item 2. Como disse, isso formou a sua identidade (Foucault fala algo no livro sobre análise do discurso sobre identidade e é interessante). Jesus tb disse "vinde a mim, vós que estás cansados e sobrecarregados e EU vos aliviarei". Você é linda, teve e tem muitas conquistas, está noiva, planejando sua família...não pode se sentir insegura, isso é mais uma emoção relacionada à aceitação do grupo. Pare de se preocupar com o quê os outros pensam ou pensarão...Se o fizerem toque um "f***-se", ok?! Você vai conseguir...já está linda! Vá vivendo sua vida, conquistando suas coisas, comprando suas lingeries para lua de mel, pensando nas louças e panelas da sua cozinha...entende?! Talvez quando vc se casar a RA evolua mais, pois seu amor é super companheiro...até lá, vá emagrecendo...evite as refeições em casa, já que a família não apoia...entende?! Tente ser firme!!!VC É DEMAIS, ACREDITE! ÂNIMO, GAROUTA!
5 - Eu mesma: o problema não é você, mas os hábitos que vc têm que dar adeus. Comigo fiz o seguinte: não uso cocaína e nem crack por que? Então, certos hábitos encarei como algo que considero terrível, como drogas, que jamais usaria. E tem dado certo, sabe?! rsrsrsrsrs De certa forma, foi uma associação interessante, pois algumas comidas eram viciantes pra mim. rsrsrsrsr Se você sabe que não se controla, nem prove, nem pense num pedacinho só...Acabei comendo brigadeiro no final de semana...seria só uma colher, mas não aguentei...Então, vez ou outra teremos deslizes, faz parte, agora, o que não pode é isso ser um hábito de deslizes...aí, não adiante. Relacione tudo o que você gosta e todos os seus deslizes...Estes são os alimentos que você deve evitar e comer 1 vez por mês no máximo.

Michelly, força, amiga, vc é linda e super inteligente(percebo nos seus posts), trabalha na área de comunicação, então, sem medo de ser feliz...GO!!!!

BEIJÃO!

Winnig Woman disse...

Isso mesmo, você tomou a decisão mais acertada, a gente precisa mesmo ter do nosso lado apenas o que nos faz bem, é como uma reciclagem de sentimentos, tão necessária para atingirmos nossos objetivos e ser feliz!!!

Obrigado pela dica da pesagem, postei no meu blog sobre ela, citando seu nome ... esse carinho que tenho recebido de pessoas como vc, estão me ajudando demais!

Beijinhos lights e sempre aqui, torcendo muito por vc ... 80 kilos até fim do ano ... vc vai conseguir!!!

http://vaidadefeminina2.blogspot.com/

Gizele disse...

Oi Michelly eu li sua entrevista e me identifiquei muito com você. São tantas as coisas que nos levam a descontar em nós mesmas né. São tantas coisas que temos que vencer e que só poderemos fazer isso através de muita força de vontade, determinação. E isso vc tem de sobra. Nossa estava desistimulada, cansada de tentar e não conseguir atingir meu objetivo. Nesse fim de semana passei tanta vergonha com uma situação que chorei tanto, me senti humilhada, cansada. Mas desistir??? JAMAIS. Conte comigo. O que eu puder fazer pra ajudar estarei por aqui.
VocÊ me inspira a continuar viu.
Bjkassss

Pri Gaby disse...

Oi Chelly. Olha, foi mais ou menos isso que eu fiz quando não tinha apoio em casa. Me apeguei a quem me dava apoio e a quem não dava eu não ligava. Deixei o tempo passar e os resultados falarem por isso, e só assim q tudo foi resolvido.
Olha, parabéns pela entrevista e por está no top 5.
Ah, me passa o vídeo do link sim, com certeza eu quero..kkk
bjs

Sangela disse...

olá, olha... ja me perguntei isso varias vezes, se vale a pena tudo isso, e a conclusão é sempre a mesma, VALE MUITO A PENA! portanto, continue firme colega!
bjs!

anny disse...

Miiga voltei
aparece la ta bom
bjus

Copyright @ Revelações | Floral Day theme designed by SimplyWP | Bloggerized by GirlyBlogger